Comunidade

3 maio 2016 | By: Imprima 3D | 0 Comentario

Dubai usará impressão 3D para construir 25% dos seus prédios em 2030

dubai3D (Foto: Divulgação)



O governo dos Emirados Árabes Unidos (EAU) anunciou nessa quarta (27) um plano para construir um quarto dos prédios de Dubai em 2030 usando a técnica de impressão 3D.

O plano, chamado “Dubai 3D Printing Strategy”, foi apresentado pelo sheik Mohammed Bin Rashid Al Maktoum, primeiro-ministro dos EUA e emir de Dubai, e se apoiará em três setores: construção, produtos médicos e produtos de consumo.


O principal deles é o de construção civil. Segundo o sheik, Dubai pretende usar a tecnologia de impressão 3D para erguer 25% dos novos prédios em na cidade a partir de 2030.

“Nós vamos aumentar essa porcentagem com o desenvolvimento de tecnologia global assim como com o crescimento da demanda de mercado”, afirmou o sheik.

 

O método que o governo de Dubai quer melhorar prevê máquinas gigantescas que imprimirão a estrutura do prédio, com paredes e pisos. Com o esqueleto pronto, o prédio é acabado com vidros, portas, elevadores e sistemas de fiação e climatização. A técnica ainda está em desenvolvimento.


O tempo necessário para construir um prédio com a tecnologia será um décimo do necessário com as técnicas tradicionais, com custos menores tanto na construção (até 70% menos) como na mão de obra (até 80%).

“Nós também focaremos em utilizar essa tecnologia em outros setores vitais, como medicina e produtos de consumo, para oferecer bens e serviços com preços competitivos”, afirmou o sheik.

 

Até 2025, o governo estima que o setor de construção com impressão 3D movimentará US$ 816,7 milhões.


No setor médico, os EAU pesquisarão formas de imprimir órgãos artificiais e próteses para dentes e ossos. Entre os produtos de consumo, o foco serão itens domésticos, roupas, jóias, jogos infantis e fast food.

 

Segundo o governo, os setores movimentarão, respectivamente, US$ 462,8 milhões e US$ 762,3 milhões até 2025.

 

 

*fonte: época negócios

Deixe sua mensagem

Você precisa estar logado para poder comentar. Se não possui uma conta registre-se